Como um ERP ajuda empresas do setor químico na Gestão de finanças

Ter uma boa gestão de finanças é importante para qualquer empresa e não seria diferente para o setor químico. Na prática, uma planilha do Excel pode suprir as necessidades de curto prazo, mas com o passar do tempo, o negócio precisará de um ERP.

Lidar com muitos dados manualmente tornam os processos muito suscetíveis a erros, mas a automação e a centralização torna-os mais rápidos e eficientes, mantendo a empresa sempre competitiva. Para entender melhor a importância de um ERP na gestão de finanças e algumas de suas principais funcionalidades, continue a leitura do nosso artigo até o final!

Para que serve a gestão de finanças em um ERP?

Trabalhar com dados integrados é uma das maiores necessidades das empresas, sendo que o ERP serve para facilitar o gerenciamento das entradas e saídas do caixa, bem como auxiliar gestores em melhores tomadas de decisão.

Na prática, com um software de Gestão ERP todos os setores da indústria química trabalham de forma interligada, compartilhando dados entre si. Sem ele, cada departamento trabalha de maneira isolada, isto é, cada um utilizando um software diferente, o que dificulta a compatibilidade entre os dados. A seguir falaremos sobre algumas das principais funcionalidades de um ERP na gestão de finanças. Acompanhe!

Contas a receber

Quando se faz manualmente o controle do dinheiro que entra na empresa, erros sempre podem acontecer. No entanto, por meio dessa funcionalidade, o ERP organiza de forma rápida todas as informações, liberando os colaboradores para desempenhar outras atividades do setor.

Isso é fundamental para a indústria química pois uma boa gestão do contas a receber, evita atraso nos recebimentos, reduz a inadimplência, possibilita fazer um planejamento dos investimentos e cumprir com as obrigações, tais como remunerar os profissionais e arcar com todos os custos, impostos e demais responsabilidades da companhia.

Contas a pagar

Tão importante quanto o contas a receber, o contas a pagar gerencia todas as contas a serem pagas pela empresa, evitando atrasos, multas e juros. Mesmo em indústrias químicas de médio porte, é muito difícil fazer essa gestão usando somente planilhas do Excel, dado que existem diversos prazos e condições de pagamento a serem observadas nesse tipo de operação.

Fluxo de caixa

A funcionalidade de fluxo de caixa tem por objetivo coordenar com eficiência todas as entradas e saídas de dinheiro da empresa, sendo que o ERP auxilia gestores por meio de previsões financeiras, tornando a gestão financeira não só eficiente, mas capaz de promover o crescimento escalável da indústria química no médio e longo prazo.

Cobrança e Pagamentos eletrônicos

Através de integração direta com os bancos, a cobrança e o pagamento eletrônico tornam os processos de receber e pagar muito mais ágil e sem erros, pois tudo é feito de forma digital e integrada.

A gestão de finanças se torna mais ágil, eficiente e segura com auxílio de um ERP, sendo crucial conhecer as necessidades do negócio em termos de processos e tecnologias para se proceder com a implantação de um software de gestão. Nós da ACEDATA Software podemos ser a sua parceira, pois nossa solução possui várias funcionalidades úteis ao setor químico além das descritas neste artigo, como controle de produção puxada e empurrada e o controle de industrialização e remessas.

Entre em contato e obtenha mais informações de como a ACEDATA Software pode potencializar o crescimento da sua empresa do setor químico!

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email

Mais organização, controle e resultados.

Leia também:

Venda com agilidade, segurança e desempenho.